ico mapa site Mapa do Site            ico rss Assine nosso Feed
13/02/19

Banquetaço contra o fim do Consea acontece no próximo dia 27

Profissionais da área promovem banquete à população, simultaneamente em diversas cidades do País, em mobilização contra a extinção do Conselho Nacional de Segurança Alimentar.

 

 

Logo no primeiro dia do novo Governo Federal, por meio da Medida Provisória 870/2019, foi decretado o fim do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), órgão responsável por criar, em diálogo com o poder público e a sociedade civil, políticas públicas voltadas ao direito humano fundamental à alimentação adequada. 

 

Por este motivo chefes de cozinha, nutricionistas, agricultores, participantes de conselhos municipais de alimentação e ativistas estão organizando o banquetaço, ato contra a extinção do Consea, que será realizado em várias cidades do País no próximo dia 27 de fevereiro (quarta-feira).

 

O objetivo da ação é proporcionar um banquete público, gratuito, de cardápio simples com alimentos de qualidade, para alertar a população quanto à importância do Consea e ao direito à alimentação saudável e adequada.

 

“Pretendemos chamar a atenção da sociedade e dos políticos – principalmente os tomadores de decisões como os presidentes da Câmara dos Deputados, do Senado Federal e do Ministério da Cidadania – para a vontade legítima de participação democrática dos cidadãos especialistas, dispostos a colaborar com seus conhecimentos no desenho de planos e projetos em prol do direito humano à alimentação adequada”, afirma Glenn Makuta, da associação Slow Food do Brasil, membro da Aliança Pela Alimentação Adequada e Saudável, uma das organizadoras do ato.

 

Para o presidente da Federação Interestadual dos Nutricionistas (Febran) e do Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo (SindiNutriSP), Ernane Silveira Rosas, a população carente será a mais afetada com a extinção do Consea. “Haverá um cerceamento da agricultura familiar, então pode faltar alimento”, ele ressalta.

 

“Comer é ato político e o que comemos determina o sistema alimentar que fomentamos com nossas escolhas. Entre saberes, fazeres, falares e pensares reafirmamos o valor da diversidade alimentar e cultural do País (...) A comida deve alimentar corpo, mente e alma, não matar, nem por veneno nem por conflito. Deve erradicar a fome e conservar a natureza, promover saúde e a paz entre os povos.”, defende o movimento.

Em diversos lugares do Brasil, os banquetaços se mobilizam para exigir que a comida continue sendo direito de todos e que a participação da sociedade na tomada de decisões continue em voga.

 

Confira programação:

FORTALEZA CE - Local: Rua Azevedo Bolão, 2300 Loja 02 - Bairro Parquelândia
Das 8h às 10h


JOÃO PESSOA PB - Local: Parque Solon de Lucena (Lagoa)
Das 8h às 12h


RIBEIRÃO PRETO SP - Local: Praça XV
Das 9h às 12h


GOIANA GO - Local: Em frente ao Grande Hotel, na Avenida Goiás, Centro
Das 9h às 14h


ARACAJÚ SE - Local: Praça Fausto Cardoso
Das 10h às 14h


CAMPO GRANDE MS - Local: Em frente à Praça da Radio
Das 11h às 13h


LAVRAS MG - Local: Praça dos Bancos
Das 11h às 13h


BRASÍLIA DF - Local: Calçada entre o CONIC e o CONJ NACIONAL
Das 12h às 14h


JUIZ DE FORA MG - Local: Em frente ao Cine Teatro Central
Das 12h às 15h


SÃO PAULO SP - Local: Praça Patriarca
Das 12h às 15h


RECIFE PE - Local: Em frente ao Armazém do Campo , Av Martins de Barros, 387
Das 12h às 15h


FLORIANÓPOLIS SC - Local: Largo da Catedral Metropolitana
Das 12h às 17h


NATAL RN - Local: CECAFES - Central de Com da Agric Fam. e EcoSol (Jaguarari x Mor Gouveia)
Das 12h às 17h


BELO HORIZONTE MG - Local: Embaixo do Viaduto Santa Tereza
Das 12h às 18h

 

>> Confira abaixo assinado contra a extinção do Consea clicando aqui.

 

Sobre o banquetaço

O banquetaço nasceu em 2017, por meio da necessidade de profissionais da área e ativistas se mobilizarem contra o projeto do prefeito Dória de fornecer a polêmica “farinata” aos estudantes da rede municipal paulista. O principal objetivo do grupo foi chamar a atenção da comunidade para o tema Segurança Alimentar.

 

Em 16 de agosto de 2017 foi realizado um ato pacífico em que 2.000 refeições foram servidas gratuitamente em frente do Teatro Municipal (SP) com alimentos produzidos por agricultores orgânicos da cidade de São Paulo, doações de temperos da horta da Universidade de São Paulo (USP) e doações de alimentos de empresas.

 

Em 2018, após incêndio em prédio na região do Largo Paissandu, também na capital paulista, os chefes e voluntários do banquetaço se organizaram em duas cozinhas cedidas por donos de restaurantes locais e serviram alimentos para os desabrigados.

 

Atualmente o grupo de voluntários atende pelo nome de Coletivo Banquetaço e atuam em causas que defendam o direito à alimentação saudável, como o pedido de fim aos agrotóxicos entre outros.

 

 

 

Fonte: Página oficial do Banquetaço, com informações da associação Slow Food do Brasil. Imagem: Divulgação.

 

 

Leia mais:





Adicionar comentário

Ações

Uma iniciativa da CNTU em prol do desenvolvimento nacional e do bem-estar da população. São oito temas para ajudar a mudar o Brasil.

Saiba mais

Biblioteca CNTU

Um espaço para você encontrar facilmente informações organizadas em apresentações, artigos, legislações e publicações.

Saiba mais

AGENDA

 SDS Edifício Eldorado, sala 108 - Brasília/DF

Tel (61) 3225-2288

© Copyright 2015 - Confederação Nacional dos Trabalhadores
Liberais Universitários Regulamentados 
Fundada em 27 de dezembro de 2006.