ico mapa site Mapa do Site            ico rss Assine nosso Feed              yt ico
24/01/20

São Paulo comemora 466 anos com "O Grande Cortejo Modernista"

Para comemorar os 466 anos da cidade de São Paulo, a Prefeitura organizou um megaevento que terá dez horas de duração, com música, teatro, circo e dança.

"O Grande Cortejo Modernista" é uma iniciativa gratuita que levará arte e cultura às ruas, edifícios e palcos instalados em diversos pontos do centro histórico da capital paulista. Trata-se de um espetáculo itinerante que começa ao meio-dia no Pátio do Colégio e termina na Praça da República. Outros eventos estarão ocorrendo por toda a cidade. Serão mais de 300 atrações.

Para o cortejo, os artistas convidados são Elba Ramalho, Karol Conka, Rashid e Ney Matogrosso; os grupos Bixiga 70, Skank, Demônios da Garoa, Aerogroove, Coral Indígena Guarani Amba Vera, Orquestra Sinfônica Municipal, Coro Lírico, Balé da Cidade, bonecos da Cia. PiA FraUs, além dos Blocos Pagu, Baixo Augusta e Escola de Samba Vai-Vai.

A ideia é promover um retorno à história do Modernismo e suas manifestações paulistanas. Para dar vida a personagens históricos, foram convidados os atores Pascoal da Conceição, Rosi Campos, José Rubens Chachá, Virgínia Cavendish e Marcos Palmeira.

Outras regiões

Haverá, ainda, apresentações culturais em diversas regiões, como na Praça Brasil, Itaquera, na zona leste, onde o rapper Emicida se apresenta às 20h. Na Freguesia do Ó, zona noroeste, apresentam-se Toke Divinal (14h30), Falamansa (19h) e o grupo Rastapé (21h30), que festeja 20 anos de carreira. Na Casa de Cultura do Butantã, zona oeste, estão programadas apresentações do grupo Samba Rock Santo Amaro (14h), Eu Soul Sambarock (15h20), Cacildes (14h), Sandália de Prata (16h) e a cantora Paula Lima (18h). Confira a programa completa neste link.

Programação do cortejo. Dia 25/1:


12h – Pátio do Colégio: abertura do espetáculo com o personagem Oswald de Andrade (José Rubens Chachá), anunciando o Grande Cortejo Manifesto Modernista / apresentação do Coral Guarani Amba Vera / início do cortejo com Elba Ramalho e banda Bixiga 70;


13h – Pátio do Colégio: o cortejo parte em direção ao Largo São Bento;


14h – Largo São Bento: no berço do hip hop, é realizado um show com Karol Conka, Rashid, bboys, bgirls e DJs / pela Rua Líbero Badaró, ocorrem intervenções aéreas com dançarinos, performers e personagens históricos com intervenções artísticas e apresentações em prédios históricos;


14h40 – Rua Líbero Badaró: no Edifício Sampaio Moreira, sede da Secretaria Municipal de Cultura, os personagens Mário de Andrade (Pascoal da Conceição) e Anita Malfatti (Virgínia Cavendish) celebram os 45 anos de criação da Secretaria e relembram a primeira exposição de Anita;


15h – Praça do Patriarca: o Balé da Cidade apresenta a coreografia “Tarsila”, inspirada na obra da artista plástica Tarsila do Amaral, ao som de composições de Heitor Villa-Lobos interpretadas pelo grupo Aerogroove / Rosi Campos, como Tarsila do Amaral, apresenta os bonecos gigantes da Cia. PiA FraUs, inspirados em obras do Modernismo brasileiro.


15h30 – Edifício Matarazzo (sede da Prefeitura de São Paulo): na sacada do prédio, o grupo Demônios da Garoa apresenta clássicos do samba paulistano / na sequência, do saguão do edifício surge a Escola de Samba Vai-Vai, que conduz o público pelo Viaduto do Chá;


16h – Theatro Municipal: na sacada, os modernistas encontram com Marcos Palmeira, que interpreta o compositor Heitor Villa-Lobos, para anunciarem as comemorações do centenário da Semana de Arte Moderna de 22 / O personagem Villa-Lobos e o maestro João Carlos Martins regem a Orquestra Sinfônica Municipal, com os musicistas usando chinelos, em alusão ao ocorrido na Semana de 22 / em seguida, surge o Bloco Pagu, composto por 100 mulheres homenageando a escritora e jornalista Patrícia Galvão, um dos ícones do Modernismo / ao som do Bloco, o cortejo segue até o Largo do Paiçandu;

17h30 – Largo Paiçandu: no local considerado o berço do circo em São Paulo, um boneco de Piolin –palhaço festejado pelos modernistas– observa o cortejo com artistas circenses;


18h – Galeria do Rock: a banda Skank faz um show especial, revisitando seus grandes sucessos / em seguida, o Bloco Pagu e os modernistas conduzem o público até o cruzamento das Avenidas Ipiranga e São João;


20h30 – Nessa esquina, considerada a mais famosa de São Paulo, Ney Matogrosso faz show de voz e piano (Leandro Braga);

21h – Pela Avenida Ipiranga, o Bloco Baixo Augusta embala os participantes com ritmos carnavalescos até a Praça da República, anunciando o Carnaval de Rua de São Paulo.



Com informações da Prefeitura de S. Paulo





Adicionar comentário

Ações

Uma iniciativa da CNTU em prol do desenvolvimento nacional e do bem-estar da população. São oito temas para ajudar a mudar o Brasil.

Saiba mais

Biblioteca CNTU

Um espaço para você encontrar facilmente informações organizadas em apresentações, artigos, legislações e publicações.

Saiba mais

AGENDA

 SDS Edifício Eldorado, sala 108 - Brasília/DF

Tel (61) 3225-2288

© Copyright 2015 - Confederação Nacional dos Trabalhadores
Liberais Universitários Regulamentados 
Fundada em 27 de dezembro de 2006.