ico mapa site Mapa do Site            ico rss Assine nosso Feed              yt ico
feed-image RSS
02/12/19

FIO participa de reunião da Comissão Intersetorial de Saúde Bucal

A Federação Interestadual dos Odontologistas (FIO) participou da reunião da Comissão Intersetorial de Saúde Bucal, em Brasília (DF), a primeira do triênio 2019/2021.



Aconteceu no plenário do Conselho Nacional de Saúde, na segunda (25/11) e terça-feira (26), reunião da Comissão Intersetorial de Saúde Bucal (Cisb), a primeira do triênio 2019/2021. O presidente da FIO, José Carrijo Brom, representou a entidade no encontro. Na pauta, a construção de Plano de Trabalho de 2020 da Comissão Intersetorial de Saúde Bucal (Cisb) no Conselho Nacional de Saúde (CNS), do Ministério da Saúde. A primeira reunião dos novos membros para o triênio 2019-2021 também debateu propostas aprovadas durante a 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª+8) “Democracia e Saúde”.

Entre os subtemas abordados: a “Análise de conjuntura: Na perspectiva de compreender a realidade do cenário no Brasil, com o objetivo de construir em coletivo a atuação do controle social na defesa do SUS e na intervenção dos processos políticos nas questões que envolvem a saúde bucal no Brasil”. Outro item foi o “Panorama e dos desafios para a organização da rede de atenção à saúde bucal”.

Discutiu-se ainda as propostas aprovadas na 16ª Conferencia Nacional de Saúde analisando os eixos de: Saúde como direito; Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde; e Financiamento adequado e suficiente para o SUS.

Em sua primeira intervenção, José Carrijo Brom salientou que a conjuntura na área da saúde não é diferente de outras áreas, e que a defesa do SUS suplanta qualquer outra discussão neste momento. Uma das questões que precisa avançar, na opinião do presidente da FIO, é a definição de uma agenda propositiva, de resistência às medidas que vêm sendo adotadas pelo governo e que ameaçam a sobrevivência do SUS.

O diálogo com a sociedade é algo imprescindível, segundo Carrijo, para mostrar que o acesso à saúde bucal é um direito humano. “Não podemos deixar que os pequenos avanços dos últimos anos retroajam. Não temos dúvida de que a privatização está na ordem do dia, pois o governo foi eleito com uma lógica de mercado, não de políticas ou de inclusão sociais. Embora o SUS esteja na Constituição, há maneiras de asfixiar o setor de saúde e diminuir direitos, por isso a comunicação com a sociedade é fundamental. Nesse sentido, a CISB tem o importante papel de aprovar e encaminhamentos para orientar a atuação do pleno do CNS.”

A Comissão Intersetorial de Saúde Bucal atua acompanhando a execução da Política Nacional de Saúde Bucal. Seu objetivo é assessorar a organização da atenção em saúde bucal em todos os níveis de atenção, acompanhando as deliberações das Conferências Nacionais de Saúde Bucal. Também é responsabilidade da Cisb traçar diretrizes para ampliação do acesso ao tratamento odontológico gratuito. Outras entidades, como o Conselho Federal de Odontologia, também estiveram presentes.

Com informações da FIO e do Conselho Federal de Odontologia



+ Notícias

Adicionar comentário

Ações

Uma iniciativa da CNTU em prol do desenvolvimento nacional e do bem-estar da população. São oito temas para ajudar a mudar o Brasil.

Saiba mais

Biblioteca CNTU

Um espaço para você encontrar facilmente informações organizadas em apresentações, artigos, legislações e publicações.

Saiba mais

AGENDA

Sem eventos
 SDS Edifício Eldorado, sala 108 - Brasília/DF

Tel (61) 3225-2288

© Copyright 2015 - Confederação Nacional dos Trabalhadores
Liberais Universitários Regulamentados 
Fundada em 27 de dezembro de 2006.