ico mapa site Mapa do Site            ico rss Assine nosso Feed              yt ico
14/05/14

Sindicalismo comerciário

João Guilherme Vargas Netto

Assisti na semana passada uma aula do companheiro Hugo Perez sobre a história do sindicalismo dos comerciários na história do sindicalismo brasileiro.

No Império e mesmo no início da República, com a mão de obra escrava negra (mesmo liberta) e com a indústria incipiente, o maior contingente de assalariados livres era formado pelos “moços do comércio”, que enfrentavam as precariedades do assalariamento (eram verdadeiros agregados aprendizes) e foram à luta contra as precárias condições de seus empregos e contra o trabalho aos domingos utilizando táticas que, hoje em dia, chamaríamos de “arrastão” ou “Black Blocs”.

Os comerciários constituem hoje o terceiro contingente de mão de obra no Brasil, precedido dos serviços gerais e do funcionalismo público. São mais de dez milhões de trabalhadores e trabalhadoras espalhados nas grandes e pequenas cidades e concentrados em várias redes de comércio e shopping centers.

Ao longo da história, os comerciários sempre foram numerosos e tiveram participação sindical efetiva (por exemplo, nas lutas do CGT antes do golpe). A ditadura militar e a CIA norte americana procuraram castrar essa participação e cooptar suas lideranças para o atraso sindical.

Hoje em dia, renovadas, elas procuram no pelotão sindical a posição protagonista que o tamanho e a juventude de sua base exigem.

Apesar das mudanças de filiação às centrais (que são traumáticas e com uma forte componente político-partidária), o apelo à unidade de ação em torno de uma pauta dos comerciários é muito forte. Este apelo faz com que, ao mesmo tempo em que cada uma das centrais sindicais onde militam comerciários tome suas medidas para organizar, reorganizar e fortalecer seus secretariados de comerciários, em cada uma delas aparece a plataforma unitária que pode, a partir da vitória representada pelo reconhecimento da profissão, impulsionar reivindicações comuns, como, por exemplo, o contrato coletivo nacional articulado nas grandes redes.

João Guilherme Vargas Netto, consultor sindical

 



+ Artigos

Adicionar comentário

Ações

Uma iniciativa da CNTU em prol do desenvolvimento nacional e do bem-estar da população. São oito temas para ajudar a mudar o Brasil.

Saiba mais

Biblioteca CNTU

Um espaço para você encontrar facilmente informações organizadas em apresentações, artigos, legislações e publicações.

Saiba mais

AGENDA

11/12/2019
Dia do Engenheiro
 SDS Edifício Eldorado, sala 108 - Brasília/DF

Tel (61) 3225-2288

© Copyright 2015 - Confederação Nacional dos Trabalhadores
Liberais Universitários Regulamentados 
Fundada em 27 de dezembro de 2006.